Need for Speed 2015 é um jogo que prometeu muito aos fãs e foi intitulado pelos autores um “reboot” da série.

Porém, depois de lançado, alguns aspectos do jogo fez com que a crítica reduzisse bastante a nota final do game.

Pontos Negativos.

  • Durante a conferência a imprensa destacou o termo “Crie sua própria historia”, dando uma ideia de liberdade e autenticidade para o jogador criar sua própria historia da maneira que bem entender. Porém, com o desenrolar do gameplay, o que foi visto é que, o que se pode fazer é escolher a ordem de gameplay, o jogo disponibiliza cinco “maneiras” de jogar com estilos diferentes velocidade, estilo, construção, equipe e fora-da-lei, porém para que o jogo possa ser finalizado é necessário completar todas as cinco maneiras, isso torna a história totalmente linear como qualquer outra, com o diferencial de que é possível escolher a ordem das “maneiras”.
  • O game ainda é bem arcade e nem se quer a opção de câmbio manual é possível colocar nesse último, com controles fáceis e, configurações automáticas não é possível comparar Need for Speed com os outros jogos da atualidade como Forza, The Crew ou Gran Turismo até por que não é possivel ver o “cockpit” dos carros e a quantidade de veículos é bem menor do que a dos jogos citados.
  • A inteligência artificial dos NPC’s são muito baixa, de forma que, isso acabe atrapalhando a gameplay. Foi notado que, comparado com o game BETA a quantidade de obstáculos como carros e objetos, foram diminuidas para que os NPC’s batessem menos e tornassem mais competitivos.

Imagem da internet

Pontos Positivos

  • Os gráficos de Need for Speed 2015 com certeza é um diferencial do game, ele utiliza o mesmo motor gráfico de Battlefield tem um detalhamento de última tecnologia, as ruas tem pontos de alta e baixa iluminação, fazendo com que a beleza do game seja bem aproveitada.
  • O retorno das cut scenes em live action era um item que trazia aquela sensação nostalgica dos games antigos, porém,  nos antigos era possivel notar uma interpretação bem amadora e visivelmente fraca, esse era um dos medos dos fãs, mas, o que vimos foi cut scenes de alta qualidade, que conseguiam trazer o jogador ainda mais para o mundo dos corredores fora da lei. O diretor e os atores souberam contornar bem o fato de que o personagem (player) principal não fala.
  • A customização dos veículos veio com uma força muito grande nesse último jogo, é possível transformar totalmente seu carro e deixa-lo único. Da mesmo forma que os games antigos é necessário desbloquear algumas customizações, porém, o game oferece ferramentas de customização de alta qualidade.

 

Imagem da Intenet

 

Esse reboot da série trouxe uma sensação nostalgica muito grande para os amantes de need for speed underground, carbon ou most wanted, mas, ele ainda tem muito que melhorar em alguns quesitos, com a correção desses pontos negativos em um próximo jogo, talvez Need for Speed volte ao seus tempos de glória.

Se você gostou desse post e/ou tem algo a acrescentar não deixe de comentar!

Curta nossa fanpage e fique por dentro de novas noticias!

www.facebook.com/Terrivelbox

 

 

Relacionados

Deixe uma resposta